Como os temperamentos influenciam seu estilo de liderança?

Gestão e Liderança
Como os temperamentos influenciam seu estilo de liderança?

Os temperamentos influenciam a forma como cada um de nós reage aos desafios da vida, e por consequência, nosso estilo de liderança. Do latim, temperamento diz respeito a mistura de coisas em determinadas proporções. Podemos fazer aqui uma analogia ao tempero, que utilizamos na culinária, misturando pequenas porções de diferentes elementos.

Os temperamentos vem sendo estudados há muito tempo, desde os filósofos gregos. Eles faziam uma relação entre o que chamavam de humores, ou estados de animo, e os elementos da natureza. Rudolf Steiner, filosofo e cientista austríaco, ampliou a perspectiva sobre este tema e trouxe diversas contribuições que podem ser aplicadas a várias áreas de conhecimento.

Segundo a visão antroposófica a respeito do ser humano, o temperamento predominante se revela em nosso segundo setênio, ou seja, entre os 7 e os 14 anos. Em outras palavras, eles fazem parte de nossa constituição, sendo assim, desenvolvidos a partir de nossa corrente hereditária. Há autores como Norbert Glas, em seu livro Os Temperamentos, que faz uma correlação dos temperamentos e suas características físicas. Tamanha é a força hereditária que influencia os temperamentos.

Ainda que possamos ter uma imagem arquetípica de cada um deles, cada um de nós tem uma mistura, ou um tempero, que é individual. O que nos torna únicos nesse sentido. Mesmo que sejamos capazes de perceber, a partir de um processo de autoconhecimento, características que nos levam a predominância de um ou outro temperamento.

Por isso, conhecer nosso temperamento, nos ajuda a lidar com oportunidades e desafios de nossa jornada. Pois, diante das decisões que tomamos por impulso, há sempre uma influência destas características predominantes. Os temperamentos influenciam nossas ações, a partir de nosso jeito de ser mais primitivo.

Os 4 temperamentos

Os temperamentos se distinguem entre:

  • Colérico: Toma iniciativa, comanda, lidera. Tende a buscar a imagem do herói. Está sempre movido a desafios;
  • Sanguíneo: Se destaca pela sociabilidade, pela interação entre si e o outro. Tem um estilo mais inovador, curioso, flexível;
  • Fleumático: Dificilmente se expõe e não tem pressa de expressar suas opiniões e ideias. É bom ouvinte, observador, busca mais o equilíbrio nas relações. Sempre amigável e simpático;
  • Melancólico: Normalmente mais restrito em seus relacionamentos, tem poucos amigos. Tende a se afastar de quem tem opinões diferentes da sua. Busca profundidade e é extremamente leal.

Segundo estudos, temos um temperamento predominante e um secundário mais presente em nós, ou seja, não temos um único temperamento. Rudolf Steiner também afirma que cada fase da vida tem a predominância de um dos 4 temperamentos, o que nos ajuda a encontrar o equilibrio. Por exemplo, uma criança no primeiro setênio tem características do temperamento sanguíneo. Já adulto mais maduro, tem características mais influenciadas pelo temperamento fleumático.

Temperamentos e trabalho em equipe

Entender as características predominantes de cada temperamento, também nos ajuda a desenvolver o relacionamento com a equipe. Afinal, a perspectiva do outro é temperada a partir de sua lente e ela pode ser diferente da sua. Isto pode nos ajudar a entender como distribuir melhor as tarefas entre os colaboradores. Por exemplo, temas que exigem profundidade para um melancólico, relacionamento com o cliente com o sanguíneo. É claro que devemos tomar muito cuidado com os esteriótipos, mas os temperamentos podem ser um ótimo indicador de onde se encontra nossas potencialidades e de nosso time.

Assim, como pode nos dar pistas de onde devemos investir em nosso autodesenvolvimento.

Há muitas ferramentas, inclusive gratuitas que oferecem avaliações, mas acredito que nada substitua a observação e auto-observação na busca de consciência sobre si mesmo.

E você? Conhece seu temperamento predominante?

Se este tema é novo para você, acesse este link e tenha acesso a orientações sobre como realizar uma autoavaliação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.

CAPTCHA


Últimas Atualizações:

Menu